JESUS CRISTO

JESUS CRISTO
SEM JESUS CRISTO NADA SOMOS - NOSSA OBRIGAÇÃO COMO CRISTÃOS - DIVULGAR CADA VEZ MAIS SEU NOME E SEUS ENSINAMENTOS - PORQUE SÓ ELE SALVA

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

CELEBRAÇÃO DO BATISMO DO SENHOR - 2


CELEBRAÇÃO DO BATISMO DO SENHOR
CAPELAS DA PARÓQUIA SÃO JOSÉ


CodigoFonte.com.br




No Domingo (13) o padre João Ribeiro .
esteve nas capelas .
São Gabriel
Nossa Senhora Aparecida
São Roque
São Tarcísio
para celebrar a Missa do Batismo do Senhor.


Comentando o Evangelho
(Antônio Carlos Santini / Com Católica Nova Aliança)

A longa fila dos pecadores entrava nas águas claras do Jordão. Conclamado por João Batista, que anunciava a proximidade do Reino de Deus, o povo se reconhecia pecador e aceitava o “banho” penitencial. A grande surpresa foi quando se aproximou Jesus, o Cordeiro sem mancha, misturando-se aos pecadores. Em sua humildade sem medidas, Jesus de Nazaré quer estar em tudo solidário com os homens, a ponto de tomar parte naquele humilde rito de penitência.

Atenção! Não se trata de um sacramento, como o batismo que a Igreja ministra, a mando do Senhor, desde Pentecostes. No Sacramento do Batismo, nós somos adotados pelo Pai, configurados com Cristo e habitados pelo Espírito Santo. Ora, desde a eternidade, o Verbo era Filho do Pai, tinha sua própria Face e a mais profunda comunhão com o Espírito. Logo, não “precisava” de nenhum batismo sacramental!

Foi nesse exato momento, quando Jesus ainda estava nas águas, que a voz do Pai ressoou nas nuvens, para identificar no “Filho do Homem” o próprio Filho de Deus: “Eis o meu bem-amado! O meu bem-querer! Aquele que acolhe todo o meu amor!” Simultaneamente, João, o Batizador, vê descer sobre Jesus, em forma corpórea, como uma pomba celeste, o Espírito de Deus. Estamos diante de uma teofania trinitária: de fato, o Deus Trino decidira habitar no meio dos homens!

Assim comenta o teólogo Urs von Balthasar: “Acima deste acontecimento, Deus se deixa conhecer como o Deus-Trindade: o Pai que envia, confirma seu “Filho bem-amado” que, em virtude de um amor livre, cumpre a vontade trinitária de salvação. O Espírito Santo voa sob a forma de uma pomba entre o Pai do céu e o Filho que reza sobre a terra; ele transmite a este a vontade do Pai e leva a prece do Filho ao Pai. Entre o batismo e a cruz-ressurreição, tudo corresponderá a esta forma aqui visível da decisão trinitária de salvação.”

Batizados “em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”, também nós somos chamados a participar da vida divina. Assim transfigurados, veremos repetir-se no coração da Igreja, ao longo dos séculos, a mesma teofania do Batismo de Jesus. Já somos filhos “no Filho”, com Ele configurados, alvos do amor do Pai e templos vivos do Espírito de Deus.

Levemos em conta as palavras de São Gregório Nazianzeno: “Quanto a nós, honremos hoje o batismo de Cristo e celebremos esta festa de modo irrepreensível. Sede purificados, e purificai-vos ainda mais, pois nada pode dar a Deus tanta alegria como a conversão e a salvação do homem: é para isto que tende todo este mistério. Sede como fontes de luz no mundo, uma força vital para os outros homens. Como luzes perfeitas secundando a Grande Luz, sede iniciados na vida de luz que está no céu!”



CONFIRA AS FOTOS EM NOSSO SITE (CLIQUE AQUI)



PORTAL SÃO JOSÉ
SITE E BLOGS SÃO JOSÉ

www.cidadesaojose.com.br
http://saojosedaspalmeiras.blogspot.com.br/
http://cidadesaojose.blogspot.com.br/
http://jesusconsagrado.blogspot.com.br/
http://saojosedaspalmeiras.blogfacil.net/


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG
Início Div flutuante centro da tela.Liturgia CNBB } Div flutuante esquerda da tela.Áudio da Missa } }