JESUS CRISTO

JESUS CRISTO
SEM JESUS CRISTO NADA SOMOS - NOSSA OBRIGAÇÃO COMO CRISTÃOS - DIVULGAR CADA VEZ MAIS SEU NOME E SEUS ENSINAMENTOS - PORQUE SÓ ELE SALVA

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Paróquia Nossa Senhora Aparecida - Assembleia Paroquial



Paróquia Nossa Senhora Aparecida

Assembleia Paroquial

 

Pauta

 

Acolhida pelo pároco Frei Jurandir de Freitas Silveira – Oração Inicial

Orientações pastorais da paróquia

1º Organização dos espaços das Capelas:

*Organização das sacristias (armários, estantes)

* Organização dos Objetos Litúrgicos (Cálice, Patena, Ambulas, Toalhas, Sanguíneos, Corporais)

* Ornamentações caprichadas.

* Organização dos depósitos.

* Manutenção dos pátios.

* Manutenção da limpeza interna e externa.


 

2º - Contabilidade:

* Notas fiscais (recibo somente da Mitra).

*Entrega até o dia 10 de cada mês na Secretaria Paroquial.

 

3º - DIZIMO:

* Organizar e incentivar a contribuição.

 

4º - Campanha da Colheita:

* Campanha da colheita: Atualmente 40% Paróquia; 40% Capelas; 20% Seminário.

* Carro da Paróquia e a comunidade ajudam no combustível.

 

5º - Missas:

* Mudanças do horário das Missas nas Capelas. (consultar a Secretaria Paroquial).

 

6º - Animação das Liturgias:

* Organizar com antecedência as leituras ( distribuir no domingo anterior).

* Organizar com antecedência os cânticos.

* Uso dos instrumentos musicais na quaresma ( uso moderado).

* Incentivar a participação das crianças, adolescentes,

jovens e adultos nas celebrações e nas liturgias.

* Eleger um coordenador de cada comunidade.

 

7º - Catequese:

* Todas as Capelas têm catequistas?

* Não deixar nenhuma criança fora da catequese.

 

8º - Oração final pelo Frei Jurandir.



VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA INICIA QUINZENA DE SANTA RITA DE CÁSSIA



FREI JURANDIR DE FREITAS SILVEIRA DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA INICIA QUINZENA DE SANTA RITA DE CÁSSIA

OURO VERDE DO OESTE – DIOCESE DE TOLEDO

 

Teve início na última quinta-feira, dia 11 de fevereiro na Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida, de Ouro Verde do Oeste, a Quinzena de Santa Rita de Cássia, ou Santa Rita dos Impossíveis, como é conhecida em todo o mundo.

Além de propiciar um espaço de oração e união familiar, a Quinzena tem como objetivo levar os fiéis a vivenciar um momento forte na vivência da fé, dentro da tradição agostiniana.

CONFIRA MAIS FOTOS EM NOSSO FACEBOOK



Quinzena ´Paróquia Nossa Senhora Aparecida

POR QUE A QUINZENA?

O número 15 simboliza os anos que Santa Rita viveu com o estigma em sua fronte. A Santa dos Impossíveis quis participar da Paixão e Sofrimentos de Cristo, oferecendo esta mística pela conversão dos pecadores e seu crescimento nos trilhos da santidade.

Nesta primeira quinta-feira frei Jurandir motivou e dirigiu a Quinzena onde foi concluída com a Celebração da Santa Missa.

A Quinzena acontecerá a cada quinta-feira na Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida, às 19h30min.

1.    A VIDA DE SANTA RITA DE CÁSSIA

A Santa das Causas Impossíveis

Rita nasceu provavelmente no ano de 1381 em Roccaporena, uma aldeia situada na Prefeitura de Cássia na província de Perugia, da Antonio Lotti, e Amanta Ferri. Os seus pais eram crentes e a situação econômica não era das melhores, mas decorosa e tranqüila.

A história de Santa Rita foi repleta de eventos extraordinários e um destes se mostrou na sua infância.

A criança, talvez deixada por alguns minutos sozinha em uma cesta na roça enquanto os seus pais trabalhavam na terra, foi circundada de um enxame de abelhas. Estes insetos recobriram a menina, mas estranhamente não a picaram. Um caipira, que no mesmo momento havia ferido a mão com a enxada e estava correndo para ir curar-se, passou na frente da casa onde estava deitada Rita. Viu as abelhas que rodeavam a criança, começou a mandá-las embora e com grande estupor, à medida que movia o braço, a ferida cicatrizava completamente.

A tradição nos diz que Rita tinha uma precoce vocação religiosa e que um Anjo descia do céu para visitá-La quando ia rezar em um pequeno oratório.

1.1  SANTA RITA ACEITA SE CASAR

Rita teria desejado ser monja, todavia ainda jovem aos pais, já idosos, a prometeram em casamento a Paulo Ferdinando Mancini, um homem conhecido pelo seu caráter iroso e brutal. Santa Rita, habituada ao dever não opôs resistência e se casou com o jovem oficial que comandava a guarnição de Collegiacone.

Do casamento entre Rita e Paulo nasceram dois filhos gêmeos; Giangiacomo Antonio e Paulo Maria que tiveram todo o amor, a ternura e os cuidados da mãe. Rita conseguiu com o seu doce amor e tanta paciência a transformar o caráter do marido, o fazendo ser mais dócil.

A vida conjugal de santa Rita, passado 18 anos, foi tragicamente terminada com o assassinato do marido, durante a noite, na Torre de Collegiacone a alguns quilômetros de Roccaporena quando voltava para Cássia.

 

1.2  - O PERDÃO

Rita ficou muito aflita pela atrocidade do acontecimento, procurou proteção e conforto na oração com assíduas e ardentes preces no pedir a deus o perdão dos assassinos do seu marido.

Contemporaneamente, Santa Rita formulou uma ação para chegar à pacificação, a partir dos seus filhos, que sentiam como um dever a vingança pela morte do pai.

Rita se deu conta que a vontade dos filhos não era de perdão, então a Santa implorou ao senhor oferecendo a vida dos seus filhos, a fim de não vê-los manchados de sangue.

“Eles morreram antes de completar um ano da morte do pai”...

Quando Santa Rita ficou sozinha, tinha pouco mais de 30 anos e sentiu reflorescer no seu coração o desejo de seguir aquela vocação que na juventude tinha desejado realizar.

1.3  - RITA SE TORNA MONJA

Rita pediu para entrar como monja no Mosteiro de Santa Maria Madalena, mas por três vezes lhe foi negado. Por ser viúva de um homem assassinando.

A lenda narra que Santa Rita conseguiu superar os impedimentos e portas fechadas graças à intercessão de São João Batista, Santo Agostinho e santa Nicola de Tolentino que a ajudaram a voar da “Rocha” até o Convento de Cássia em modo a Ela incompreensível. As monjas convencidas do prodígio e do seu sorriso a acolheram e lá Rita permaneceu por 40 anos submersa na oração.

1.4  - O MILAGRE SINGULAR DO ESPINHO

Era Sexta-Feira Santa de 1432, Santa Rita voltou ao Convento profundamente confusa, depois de ter escutado um predicador reinvocar com ardor os sofrimentos da morte de Jesus e permaneceu orando na frente do crucifixo em contemplação. Em um momento de amor Santa Rita pediu a Jesus de condividir pelo menos em parte os seus sofrimentos. Aconteceu então o prodígio: Santa Rita foi perfurada por um espinho da coroa de Jesus, na testa. Foi um espasmo sem fim. Santa Rita teve a ferida na testa por 15 anos como sinal de amor.

1.5  - VIDA DE SOFRIMENTO

Para Rita os últimos 15 anos foram de sofrimento sem trégua, a sua perseverança na oração a levava a passar até 15 dias correntes na sua cela “sem falar com ninguém se não com Deus”, além do mais usava também o cilício que lhe dava tanto sofrimento, submetia o seu corpo a muitas mortificações: dormia no chão até que se adoentou e ficou doente até os últimos anos da sua vida,

1.6  - O PRODÍGIO DA ROSA

Após 5 meses da morte de Rita, um dia de inverno com a temperatura rígida e um manto de neve cobria tudo, uma parente lhe foi visitar e antes de ir embora perguntou à Santa se Ela desejava alguma coisa, Rita respondeu que teria desejado uma rosa da sua horta. Quando voltou a Roccaporena a parente foi à horta e grande foi a sua surpresa quando viu uma belíssima rosa, a colheu e a levou a Rita. Assim, Santa Rita foi denominada a Santa do “Espinho” e a Santa da “Rosa”.

Santa Rita antes de fechar os olhos para sempre, teve a visão de Jesus e da Virgem Maria que a convidavam no Paraíso. Uma monja viu a sua alma subir ao céu acompanhada de Anjos e conteporaneamente os sinos da Igreja começaram a tocar sozinhos, enquanto um perfume suavíssimo se espalhou por todo o Mosteiro e do seu quarto viram uma luz luminosa como se fosse entrado o Sol. Era o dia 22 de Maio de 1447.

Santa Rita de Cássia foi beatificada 180 anos depois da sua subida aos céus e proclamada Santa após 453 anos da sua morte.

FONTE: FREI CARLOS TOPANOTTI – OAD – COLIDER, MARÇO DE 2012.

 

NOVENA A SANTA RITA DE CÁSSIA

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

. Rezar o tema de cada dia;
. Rezar 1 Pai Nosso; 10 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai.

. Oração final:
Deus Pai de bondade, Vós nos dais o exemplo dos santos para que, imitando-os na terra, possamos chegar, um dia, às alegrias do céu. Dai-me, peço-Vos, por intercessão de Santa Rita de Cássia, padroeira dos casos desesperados e impossíveis, que tanto Vos amou nesta vida, as graças que tão ardentemente Vos suplico.

Primeiro dia
Tema: Rita, alegria dos pais na velhice.
Ó admirável Santa Rita de Cássia, tu que nasceste quando teus pais já estavam avançados em idade, nutriste por eles um carinho todo especial. Ensina-nos sempre mais amar e todos os idosos que vivem em nossos lares e em comunidades. Que tenhamos paciência para com eles e as condições para amá-los como imagem de Jesus a quem tanto amaste.

 

Segundo Dia
Tema: Santa Rita, amante da oração.
Ó admirável Santa Rita de Cássia, nutriste desde cedo um profundo amor à oração e à solidão com Deus, ajuda-nos a descobrir nossa vocação de orantes em um mundo que esquece de orar. Que possamos rezar pelos que não sabem rezar, pelos que não podem rezar e pelos que não querem rezar.

 

Terceiro dia
Tema: Santa Rita, fiel ao esposo.
Ó admirável Santa Rita de Cássia, mesmo em meio aos mais duros sofrimentos que passaste em teu matrimônio, não desanimaste e oraste incessantemente pela conversão do teu esposo. Ensina aos casais de hoje teu jeito singelo de ser fiel na alegria ou na tristeza; na saúde ou na doença; no amor, no respeito e na fidelidade.

 

Quarto dia
Tema: Santa Rita, um coração de mãe para seus filhos.
Ó admirável Santa Rita de Cássia, foste paciente e carinhosa para com teus dois filhos que queriam vingar a morte do pai. Ensina aos pais de hoje a ter um coração sempre aberto, preocupado e carinhoso para com seus filhos a exemplo do pai do filho pródigo, a quem imitaste em tua vida.

 

Quinto dia
Tema: Santa Rita, amante da vida religiosa.
Ó admirável Santa Rita de Cássia, nutriste como ninguém um amor total à vida consagrada e religiosa. Mostra a muitos jovens de hoje o caminho para descobrir o verdadeiro amor desinteressado e total a Deus e aos irmãos. Intercede para que surjam muitas e santas vocações sacerdotais e religiosas.

 

Sexto dia
Tema: Santa Rita, profunda penitente.
Ó admirável Santa Rita de Cássia, descobriste na fé e na penitência uma forma misteriosa de amar secretamente a Deus, a quem escolheste seguir. Ajuda-nos também a descobrir a penitência como um valor evangélico de conversão pessoal e desprendimento de todas as formas de egoísmo.

 

Sétimo dia
Tema: Santa Rita, obediente aos superiores.
Ó admirável Santa Rita de Cássia, como ninguém obedeceste aos teus superiores religiosos por ver nessa obediência um valor evangélico, um amor de quem tudo entrega por um amor sempre maior. Ensina aos cristãos de nossos dias a verdadeira caridade mútua, que faz com que toda forma de obediência não seja mais que um modo de servir aos irmãos.

 

Oitavo dia
Tema: Santa Rita, amante do Crucificado.
Ó admirável Santa Rita de Cássia, descobriste no amor de Jesus crucificado um caminho para amar também o sofrimento. Ensina-nos a carregar nossas cruzes quando elas surgirem, sem desanimar ou desesperar.
Mostra-nos também o calor redentor de todo sofrimento aceito por amor a Jesus, que nada mais tendo a oferecer, deu-nos Sua própria vida.

 

Nono dia
Tema: Santa Rita, padroeira das causas impossíveis.
Ó admirável Santa Rita de Cássia, em virtude dos prodígios que conseguiste de Deus, foste escolhida como padroeira de todas as causas impossíveis. Ajuda-nos a sempre mais confiar no milagre maravilhoso do amor que faz o maior de todos os prodígios sobre a terra: a conversão de todos os corações para Deus.

 

ORAÇÃO A SANTA RITA DE CÁSSIA

Ó poderosa Santa Rita, chamada Santa dos Impossíveis, advogada dos casos desesperados, auxiliar na hora extrema, refúgio na dor e salvação para os que se acham nos abismos do pecado e do desespero, com toda a confiança, no vosso celeste patrocínio, a vós recorro no difícil e imprevisto caso que dolorosamente me aflige o coração. Dizei-me, Santa Rita, não me quereis auxiliar e consolar? Afastareis vosso olhar piedoso do meu pobre coração angustiado? Vós bem sabeis, conheceis o martírio do coração. Pelos sofrimentos atrozes que padecestes, pelas lágrimas amargosíssimas que santamente chorastes, vinde em meu auxílio! Falai, rogai, intercedei por mim que não ouso fazê-lo ao Coração de Deus, Pai de misericórdia e fonte de toda a consolação, e obtende-me a graça que desejo. (Menciona-se a graça desejada).

Apresentada por vós, que sois tão cara ao Senhor, a minha prece será aceita e atendida certamente; valer-me-ei desse favor para melhorar a minha vida e os meus hábitos, e para exaltar na terra e no céu as misericórdias divinas. Amém.

Reze 3 vezes: Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.

 

COM CONFIANÇA REZE A LADAINHA A SANTA RITA DE CÁSSIA

 

Senhor, compadecei-vos de nós
Cristo, compadecei-vos de nós
Senhor, compadecei-vos de nós
Cristo, ouvi-nos
Cristo, escutai-nos
Pai celestial, que sói Deus, tende misericórdia de nós
Filho, Redentor do mundo, que sois Deus, tende misericórdia de nós
Espírito Santo que sois Deus, tende misericórdia de nós
Trindade Santa, que sois um só Deus, tende misericórdia de nós
Santa Maria, rogai por nós
Santa Mãe de Deus, rogai por nós
Santa Virgem das virgens, rogai por nós
Santa Rita, sol luminoso para guiar ao porto da salvação, rogai por nós
Santa Rita, intercessora dos aflitos, rogai por nós
Santa Rita, Anjo de caridade, rogai por nós
Santa Rita, serafim inflamado no amor divino, rogai por nós
Santa Rita, modelo exemplar das esposas, rogai por nós
Santa Rita, coroada com os espinhos de Cristo crucificado, rogai por nós
Santa Rita, valioso auxílio em todas as necessidades, rogai por nós
Santa Rita, sol brilhante da Igreja católica, rogai por nós

Pelo inexplicável gozo que tivestes no dia da vossa profissão, amparai esta súplica
Pelas particulares consolações que gozou a vossa alma, amparai esta súplica
Pelas graças que recebestes do Santíssimo Sacramento da Eucaristia, amparai esta súplica
Pela cruz de um marido incompatível, amparai esta súplica
Pelas dores crudelíssimas que sofreste em vossa fronte, amparai esta súplica
Por todas as vossas tribulações, amparai esta súplica
Pela vossa vida paciente, penitente e solitária, amparai esta súplica

Vós, cujo coração foi um trono da majestade divina, amparai esta súplica
Vós que, sendo uma criatura terrena, pareceis um querubim celeste, amparai esta súplica
Vós que recebestes o poder de triunfar dos impossíveis, amparai esta súplica
Vós que sois a consoladora dos necessitados, amparai esta súplica
Vós que fostes assinalada com o selo de Jesus Cristo, amparai esta súplica
Vós que tudo podeis junto a Jesus e Maria, amparai esta súplica

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos, Senhor
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende misericórdia de nós

V. – Assinalastes, Senhor, a vossa serva Rita.
R – Com o sinal de vossa caridade e paixão.

OREMOS

Deus, que vos dignastes conferir à Santa Rita tamanha graça que, havendo ela vos imitado no amor aos seus inimigos, trouxe no coração e na fronte os sinais de vossa caridade e sofrimento, concedei, nós vo-lo suplicamos, que pela sua intercessão e merecimento amemos os nossos inimigos e com espinho da compunção, perenemente contemplemos as dores de vossa paixão e mereçamos receber a recompensa prometida aos mansos e humildes. Amem.

PORTAL JC.COM - DIVULGANDO


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

MISSA DE QUARTA-FEIRA DE CINZAS MARCA INÍCIO DO TEMPO DA QUARESMA



Os fiéis  de Luz Marina, participaram da celebração da Quarta-feira de Cinzas, presidida pelo Frei Jurandir de Freitas Silveira no último dia 10 de fevereiro, na Capela São João Batista. As missas de Quarta-Feira de Cinzas marcam o início do Tempo da Quaresma, momento de reflexão para a renovação da fé e do encontro com o Senhor.

Também neste dia foi lançada oficialmente a Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) 2016. O tema da Campanha é “Casa Comum, nossa responsabilidade”. O lema bíblico é “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”. (Am 5.24).

O objetivo é chamar atenção para a questão do direito ao saneamento básico para todas as pessoas, buscando fortalecer o empenho, à luz da fé, por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro da Casa Comum, ou seja, do planeta Terra.

CONFIRA MAIS FOTOS EM NOSSO FACEBOOK (PORTAL JC.COM)

PORTAL JC.COM - Divulgando

www.portaljesusconsagrado.com


CONFIRA MAIS FOTOS EM NOSSO FACEBOOK


ASSISTA NOSSO VÍDEO


PORTAL JC.COM - DIVULGANDO


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG
Início Div flutuante centro da tela.Liturgia CNBB } Div flutuante esquerda da tela.Áudio da Missa } }