JESUS CRISTO

JESUS CRISTO
SEM JESUS CRISTO NADA SOMOS - NOSSA OBRIGAÇÃO COMO CRISTÃOS - DIVULGAR CADA VEZ MAIS SEU NOME E SEUS ENSINAMENTOS - PORQUE SÓ ELE SALVA

segunda-feira, 28 de abril de 2014

DOMINGO DA DIVINA MISERICÓRDIA PARÓQUIA SÃO JOSÉ



DOMINGO DA DIVINA MISERICÓRDIA
PARÓQUIA SÃO JOSÉ

No último Domingo (27), às 15 horas foi realizado na Matriz São José,
de São José das Palmeiras
um momento de oração em honra a Divina Misericórdia.

A Devoção envolveu os membros do Apostolado da Oração
e foi constituído de Adoração ao Santíssimo Sacramento
e Terço da Divina Misericórdia.

O Domingo da Divina Misericórdia é celebrado no domingo seguinte a
Solenidade de Páscoa em todas as Igrejas do mundo.

A data foi instituída pelo Papa João Paulo II,
em 30 de abril do ano de 2000.

Este domingo é dedicado, especialmente, para a salvação de almas,
por isso concede-se nesta ocasião indulgência plenária aos pecadores,
sob as condições pré-estabelecidas-Confissão Sacramental,
Comunhão Eucarística e orações segundo a intenção do Sumo Pontífice.

Além disso, a intenção também é reaproximar os fiéis de Deus
e reforçar a crença na Misericórdia do Senhor,
que em Sua infinita benevolência, é capaz de realizar obras grandiosas,
livrando de momentos de dificuldades, sofrimentos, privações e provações
todos aqueles que creem na Clemência Dele,
como afirma o decreto da Penitenciaria Apostólica
sobre as indulgências para esse domingo.

“Como providencial sensibilidade pastoral, o Sumo Pontífice Paulo II,
a fim de infundir profundamente na alma dos fiéis estes preceitos e
ensinamentos da fé cristã, movido pela suave consideração do
Pai das Misericórdias,
quis que o Segundo Domingo de Páscoa fosse dedicado
a recordar com especial devoção estes dons da graça,
atribuindo a esse domingo a denominação de
“Domingo da Divina Misericórdia”
(Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos,
Decreto “Misericors et miserator”, 5 de Maio de 2000)”.

Durante este dia, a Igreja convida a todos a realizarem a
Festa da Misericórdia
como forma de reconhecer e dar graças pela Misericórdia Divina.

Esta Festa, apesar de ter sido instituída pelo
Papa João Paulo II no ano de 2000,
já era realizada há muitos anos,
nesta mesma data, na Polônia, pela, na época, Irmã Faustina Kowalska.

Segundo Irmã Faustina o festejo era realizado a pedido de Jesus,
que aparecia para ela e a instruía para que trabalhasse na propagação da
Divina Misericórdia.

Todas as aparições de Jesus a Irmã Faustina foram registrados em
seu diário.

Segundo os escritos, Jesus pediu a Irmã que fosse realizada a
Festa da Misericórdia em toda a Igreja;
pedido apontado, pelo menos, em 15 momentos nas anotações,
como cita um trecho retirado do diário da religiosa.

“Desejo que a Festa de Misericórdia seja refúgio e abrigo
para todas as almas, especialmente para os pecadores.

Nesse dia estão abertas as entranhas da minha Misericórdia.

Derramo todo o mar de graças nas almas que se
aproximarem da fonte de minha Misericórdia.

A alma que se confessar e comungar alcançará o
perdão das culpas e castigos.

Nesse dia estão abertas todas as comportas divinas,
pelas quais fluem as graças...

Desejo que seja celebrada solenemente no primeiro
domingo depois da Páscoa.

A humanidade não terá paz enquanto não se voltar à
fonte da minha Misericórdia” (Diário nº 699). .

Além da Festa, a Igreja pede que sejam realizados
o Terço da Misericórdia;
a Novena da Divina Misericórdia,
realizada às 15 horas – em memória da hora da morte da religiosa –
e a Imagem da Misericórdia Divina;
indicações também feitas pela religiosa.

A Imagem da Misericórdia é um quadro de Jesus,
pintado à mão por um pintor renomado naquele tempo,
a partir das descrições feitas pela Irmã.

A obra ainda trazia a seguinte inscrição:
“JESUS, EU CONFIO EM VÓS!”
(JEZU, UFAM TOBIE!).

Por não ter credibilidade,
a Imagem e os escritos produzidos pela Irmã Faustina
foram proibidos por mais de duas décadas.

Após analisar os escritos originais,
a Santa Sé voltou atrás e autorizou, em 1978,
a Devoção da Divina Misericórdia.

Em 1994, Irmã Faustina foi beatificada
e em 2000, canonizada com o título:
SANTA MARIA FAUSTINA DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO.

FOTOS


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

sábado, 26 de abril de 2014

INTENÇÕES DA MISSA



INTENÇÕES DA MISSA SÁBADO DIA 26/04/2014


7º DIA DE:

Valdir Galdino Moreira

PELA ALMA DE:

+Pedro Ribeiro
+Josefa Gomes

Por todos falecidos da família Padilha de Lima

AVISOS

Amanhã missa na Igreja Matriz às 8 horas da manhã
e as 9:30h na capela Nossa Senhora Aparecida (Codal)

Amanhã dia da Divina Misericórdia haverá Adoração do Santíssimo
Das 15 horas às 17 horas todos estão convidados

Dia 30/04/2014 encontro com os ministros na Igreja Matriz as 19:30h

Dia 02/05/2014 missa do apostolado da Oração as 16 horas

Dia 03/05/2014 missa na capela São Tarcísio às 9 horas da manhã
e as 19:30 na Igreja Matriz

INTENÇÕES DA MISSA DIA 27/04/2014

PELA ALMA DE:

+Manoel Antônio dos Santos

VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

domingo, 20 de abril de 2014

FELIZ PÁSCOA PADRE ARTUR


FELIZ PÁSCOA PADRE ARTUR


Autoria:
Luciano Souza dos Santos


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

PARÓQUIA SÃO JOSÉ CELEBRA A VIGÍLIA PASCAL


PARÓQUIA SÃO JOSÉ CELEBRA A VIGÍLIA PASCAL


A VIGÍLIA PASCAL INICIA COM A LITURGIA DA LUZ,
ONDE TODAS AS LUZES DA IGREJA SÃO APAGADAS.

O padre Artur Cristovão Sehn celebrou na noite do último sábado (19),
a Vigília Pascal na Igreja Matriz São José de São José das Palmeiras.

A missa na véspera da Páscoa marca a celebração oficial
da ressurreição de Cristo.

O rito da Vigília Pascal começou do lado de fora da Matriz São José,
com a Bênção do Fogo (símbolo do esplendor de Jesus Ressuscitado)
e a preparação do Círio Pascal,
em que todas as luzes da igreja foram apagadas e
os fiéis entraram com as velas acessas.
.
Prepara-se o Círio Pascal, vela em que o celebrante
marca uma cruz e as letras
Alfa e Ômega que representam Cristo,
Princípio e Fim de tudo e de todos.

Entre os braços da cruz está o ano em curso.
O círio é usado em todo o Tempo Pascal,
permanecendo na igreja e durante todo o ano em batismos,
crismas e funerais, lembrando a todos que Cristo é a Luz do mundo.
Essa “liturgia da luz” culminou com a canção “Exultet”.

CELEBRAÇÃO DO SÁBADO SANTO

A liturgia da Vigília Pascal divide-se em quatro partes:
1 - Bênção do Fogo e do Círio Pascal,
que simboliza o Cristo Ressuscitado;

2 - Liturgia da Palavra, com cinco leituras,
que resumem a história da Salvação;

3 - Liturgia Batismal:
na Igreja Primitiva, o batismo dos catecúmenos adultos
se dava na Vigília Pascal, depois de longa preparação.

4 - Liturgia Eucarística: segue-se, então a missa com
procissão das oferendas.

Durante a cerimônia deste sábado,
padre Artur administrou o Sacramento da Iniciação Cristã a três crianças.

CONFIRA AS FOTOS EM NOSSO FACEBOOK


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

sábado, 19 de abril de 2014

SEMANA SANTA NA PARÓQUIA SÃO JOSÉ



PARÓQUIA SÃO JOSÉ CELEBRA QUINTA-FEIRA SANTA

Na noite da última quinta-feira (17) aconteceu na
matriz São José de São José das Palmeiras a
celebração da Ceia do Senhor.

A Missa foi presidida pelo padre Artur Cristovão Sehn,
com a participação de dezenas de fiéis.
CONFIRA ... LEIA MAIS ...


PARÓQUIA SÃO JOSÉ CELEBRA SEXTA-FEIRA SANTA
PAIXÃO DO SENHOR

Durante todo o dia da última sexta-feira (18)
houve diversas atividades na igreja
matriz São José de São José das Palmeiras:
Adoração ao Santíssimo Sacramento,
Celebração da Paixão do Senhor,
Via-Sacra.
CONFIRA ... LEIA MAIS ...


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

quarta-feira, 16 de abril de 2014

MISSA DE RAMOS NA PARÓQUIA SÃO JOSÉ



MISSA DE RAMOS
PARÓQUIA SÃO JOSÉ

No último sábado (12), dezenas de pessoas participaram da
tradicional Missa de Ramos em São José das Palmeiras.

A missa aconteceu na Matriz São José e foi presidida pelo
padre Artur Cristovão Sehn.

A bênção de ramos aconteceu na entrada da igreja e depois
de benzidos,
os fiéis de todas as idades adentraram a igreja para dar
prosseguimento à celebração.

De acordo com a Igreja Católica,
o Domingo de Ramos celebra a entrada de Jesus em Jerusalém,
momento em que Ele é recebido em festa.

A celebração de Ramos também marca o fim da Quaresma,
período em que a igreja recorda os 40 dias
que Jesus ficou no deserto.

A partir deste domingo, os cristãos celebram a Semana Santa.

Durante sete dias, a Igreja Católica relembra a
morte e ressurreição de Jesus Cristo.

Na Paróquia São José foi preparado uma série de
atividades até o Domingo de Ramos, no dia 20 de abril.


PROGRAMAÇÃO SEMANA SANTA

Dia 17/04/2014: Quinta – feira: Missa da Ceia do Senhor 19h30min
com adoração até meia noite: Ministros e povo em geral

06h00min as 07h00min: Apostolado da Oração

07h00min as 08h00min: Grupo de Família Setor 1

08h00min as 09h00min: Grupo de Família Setor 2

09h00min as 10h00min: Catequese 1ª, 2ª e 3ª etapas

10h00min as 11h00min: 4ª e 5ª etapas e adultos

11h00min as 12h00min: Infância e Adolescentes

12h00min as 13h00min: Caminho Neocatecumenal

13h00min as 14h00min: Grupo de Família Setor 3

14h00min as 15h00min: Grupo de Família Setor 4 e 5
Dia 18/04/2014: Sexta – feira: CELEBRAÇÃO DA PAIXÃO DO SENHOR

As 15h00min e as 19h00min: VIA SACRA NA RUA

Dia 19/04/2014: Sábado Celebração Vigília Pascal as 20h00min

Dia 20/04/2014: Domingo de Páscoa:
Missa as 08h00min da manhã


FOTOS DA MISSA DE RAMOS

>>


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG
Início Div flutuante centro da tela.Liturgia CNBB } Div flutuante esquerda da tela.Áudio da Missa } }