JESUS CRISTO

JESUS CRISTO
SEM JESUS CRISTO NADA SOMOS - NOSSA OBRIGAÇÃO COMO CRISTÃOS - DIVULGAR CADA VEZ MAIS SEU NOME E SEUS ENSINAMENTOS - PORQUE SÓ ELE SALVA

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

AGENDA - MÉS DE FEVEREIRO 2015 - PADRE ARTUR CRISTOVÃO SENH - PARÓQUIA SÃO JOSÉ



Dia 06/02/2015

Missa do Apostolado da Oração e benção dos idosos Estrela da tarde

Dia 07/02/2015

Missa capela São Tarcísio e 19h30min missa na matriz

Dia 08/02/2015

Missa na matriz as 08h00min e as 09h30min na capela Santa Maria Gorete

Dia 11/02/2015

Missa na capela Serrinha as 09h00min e às 19h30min na Santa Quitéria

Dia 12/02/2015

Reunião CAE as 20h00min

Dia 13/02/2015

Reunião Catequese as 20h00min.

Dia 14/02/2015

Missa capela São Sebastião as 09h00min e as 19;30 na matriz

Dia 15/02/2015

Missa na matriz as 08h00min com batizado

Dia 18/02/2015

Missa quarta- feira de cinzas às 19h30min

Dia 19/02/2015

Reunião com grupos de famílias as 20h00min

Dia 21/02/2015

Missa capela São Cristóvão as 09;00 e às 19h30min na matriz

Dia 22/02/2015

Missa na matriz as 08h00min e as 09;30 na capela Nossa Senhora Aparecida

Do dia 23/02/2015 ao dia 27/02/2015

Retiro Padre Artur em Toledo

Dia 28/02/2015

Missa na capela São Gabriel as 09h30min e às 19h30min na matriz


PASCOM-Pastoral da Comunicação - Paróquia São José

VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

3º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ANO B



3º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ANO B

 

A liturgia nos lembra de que o tempo é breve e por isso é preciso vive-lo como dom precioso recebido de Deus; o hoje é o momento da graça, da conversão e da busca dos caminhos do Senhor. O tempo se completou, de modo que somos chamados a sair de nós mesmos para anunciar o evangelho. Alegremo-nos, o reino de Deus está próximo.

LEITURA I – Jonas 3,1-5.10

SALMO RESPONSORIAL – Salmo 24 (25)

LEITURA II – 1 Coríntios 7, 29-31

EVANGELHO – Mc 1,14-20

 

Tema do 3º Domingo do Tempo Comum

 

A liturgia do 3º Domingo do Tempo Comum propõe-nos a continuação da reflexão iniciada no passado domingo. Recorda, uma vez mais, que Deus ama cada homem e cada mulher e chama-o à vida plena e verdadeira. A resposta do homem ao chamamento de Deus passa por um caminho de conversão pessoal e de identificação com Jesus.

A primeira leitura diz-nos – através da história do envio do profeta Jonas a pregar a conversão aos habitantes de Nínive – que Deus ama todos os homens e a todos chama à salvação. A disponibilidade dos ninivitas em escutar os apelos de Deus e em percorrer um caminho imediato de conversão constitui um modelo de resposta adequada ao chamamento de Deus.

No Evangelho aparece o convite que Jesus faz a todos os homens para se tornarem seus discípulos e para integrarem a sua comunidade. Marcos avisa, contudo, que a entrada para a comunidade do Reino pressupõe um caminho de “conversão” e de adesão a Jesus e ao Evangelho.

A segunda leitura convida o cristão a ter consciência de que “o tempo é breve” – isto é, que as realidades e valores deste mundo são passageiros e não devem ser absolutizados. Deus convida cada cristão, em marcha pela história, a viver de olhos postos no mundo futuro – quer dizer, a dar prioridade aos valores eternos, a converter-se aos valores do “Reino”.

 

ALGUMAS SUGESTÕES PRÁTICAS PARA O 3º DOMINGO DO TEMPO COMUM

(adaptadas de “Signes d’aujourd’hui”)

1. A PALAVRA MEDITADA AO LONGO DA SEMANA.

Ao longo dos dias da semana anterior ao 3º Domingo do Tempo Comum, procurar meditar a Palavra de Deus deste domingo. Meditá-la pessoalmente, uma leitura em cada dia, por exemplo… Escolher um dia da semana para a meditação comunitária da Palavra: num grupo da paróquia, num grupo de padres, num grupo de movimentos eclesiais, numa comunidade religiosa… Aproveitar, sobretudo, a semana para viver em pleno a Palavra de Deus.

2. PALAVRA DE VIDA.

Troca de olhares… Dizem-se muitas coisas nestes olhares trocados! João Baptista põe o seu olhar em Jesus e diz quem Ele é. Jesus olha André e o seu companheiro, interroga-os e convida-os a vir e a ver. Estes veem onde Ele mora e ficam com Ele. André leva o seu irmão a Jesus que põe nele o seu olhar e dá-lhe um novo nome, o que é todo um programa. Olhares que interrogam, olhares que nomeiam, olhares que convidam, olhares que dizem a amizade. Se Jesus olha os homens, é porque Deus os olha. Deixemo-nos olhar por Deus e aceitemos olhá-l’O, olhando o seu Filho Jesus. Então pode-se estabelecer a relação.

3. UM PONTO DE ATENÇÃO.

Sublinhar a unidade das três leituras. Em cada domingo são propostos três textos diferentes, em que o primeiro e o Evangelho têm uma ligação particular. É, pois, útil sublinhar este aspecto, para que esta sucessão de leituras encontre, aos olhos dos fiéis, uma certa unidade. Na meditação da Palavra de Deus de hoje (não necessariamente na celebração da Eucaristia) pode-se ler a primeira leitura, o salmo responsorial e o Evangelho, deixando a segunda leitura param mais tarde.

4. PARA A SEMANA QUE SE SEGUE…

Voltarmo-nos para Cristo… Em comunidade, é bom ouvir o apelo à conversão: as nossas maneiras de viver e de trabalhar devem também, sem cessar, ser regeneradas para melhor corresponder àquilo que Cristo espera de nós. É preciso que, juntos, nos viremos para Ele. E o Evangelho deste domingo é a ocasião para um tempo de discernimento que muito raramente fazemos.

 

Fonte: http://www.dehonianos.org/portal/liturgia_dominical_ver.asp?liturgiaid=344

 

PASCOM – Pastoral da Comunicação – Paróquia São José


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

sábado, 10 de janeiro de 2015

TERÇO EM FAMÍLIA - PARÓQUIA SÃO JOSÉ



TERÇO EM FAMÍLIA

PARÓQUIA SÃO JOSÉ

Um grupo de homens, auxiliado pelo Ministro Auxiliar da Comunidade, Dirceu Bacchete, rezou o terço na casa da família Monteiro na última quinta-feira, às 19h30min em São José das Palmeiras.

A iniciativa surgiu da necessidade de rezar pela saúde de um dos membros da família Monteiro.

Normalmente o grupo de homens se reúnem todas as segundas-feiras na antiga Capela da Igreja Matriz São José para rezarem o “Terço dos Homens”, como forma de manifestar sua fé em Nosso Senhor Jesus Cristo por meio da devoção à Mãe de Jesus.

Quando vemos um grupo de homens rezando, desperta a curiosidade e isso provoca em nós, o desejo de experimentar em nossa família e comunidade a força da oração e a presença maternal daquela que intercede por seus filhos, Maria Santíssima.

Seguindo o exemplo de São José, esposo da Virgem Maria e pai amoroso de Jesus Cristo, os homens são convidados a serem justos e fortes na fé. São José cuidava de sua família e rezava por ela e com ela.

Por isso, lembramos também a importância de rezarmos o Terço em Família, como disse João Paulo II: “A família, que reza unida o Rosário, reproduz, em certa medida o clima da casa de Nazaré: põe-se Jesus no centro, partilham-se com Ele alegrias e sofrimentos, colocam-se nas suas mãos necessidades e projetos, e Dele se recebe esperança e a força para o caminho” (Carta Apostólica Rosarium Virginis Marie, 41).

Que possamos cada vez mais estar impulsionados e motivados a buscar a oração em nossas famílias. São José - rogai por nós!

 

PASCOM – PARÓQUIA SÃO JOSÉ


MAIS FOTOS EM NOSSO FACEBOOK


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

TERÇO DOS HOMENS - 05/01/2015 - PARÓQUIA SÃO JOSÉ


TERÇO DOS HOMENS

A ORAÇÃO DO TERÇO

A Santa Igreja sempre nos ensinou que o Terço é  uma oração completa, pois abrange a oração vocal, a meditação e a contemplação dos mistérios de Deus.

OFERECIMENTO

Divino Jesus, eu Vos ofereço este Terço que vamos rezar contemplando os mistérios de nossa Redenção. Concedei-me, pela intercessão de Maria, Vossa Mãe Santíssima, as virtudes que me são necessárias para bem rezá-lo e a graça de ganhar as indulgências anexas a esta devoção. Ofereço-Vos particularmente este Terço... (seguem as intenções).

 

Iniciamos com o Creio em Deus Pai Segue-se um Pai Nosso,  três Ave Marias e um Glória, em honra da Santíssima Trindade.

Antes de cada dezena, faz-se a contemplação do mistério, Reza-se o Pai Nosso,  as dez Ave Marias e o Glória.

No fim de cada dezena reza-se a oração que o anjo ensinou aos pastorinhos de Fátima:

Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o céu, principalmente as que mais precisarem.

 

No final do terço reza-se a Salve Rainha que poderá  ser precedida do agradecimento seguinte:

Infinitas graças Vos damos, Soberana Princesa, pelos benefícios que todos os dias recebemos de Vossas mãos liberais. Dignai-Vos, agora e sempre, tomar-nos debaixo de Vosso poderoso amparo, e para mais Vos obrigar, Vos saudamos com uma Salve Rainha.

 

Salve Rainha, mãe de misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria

V.: Rogai por nós santa Mãe de Deus

R.: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo

 

TERÇAS E SEXTAS-FEIRAS

MISTÉRIOS DA DOR (Dolorosos)

1o. Mistério – A agonia de Jesus no Horto das Oliveiras

2o. Mistério – A flagelação de Jesus atado à coluna

3o. Mistério – A coroação de espinhos

4o. Mistério – Jesus carrega a Cruz para o Calvário

5o. Mistério – Crucificação, sofrimento e morte de Jesus.

 

FOTOS TERÇO DOS HOMENS - 05/01/2015



(PASCOM)Pastoral da Comunicação -Paróquia São José

VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

domingo, 4 de janeiro de 2015

MISSA DA EPIFANIA DO SENHOR - PARÓQUIA SÃO JOSÉ


MISSA DA EPIFANIA DO SENHOR

PARÓQUIA SÃO JOSÉ

 

Às 19h30min deste último sábado dia 03 de janeiro, as Ministras Auxiliares da Comunidade, Catarina P. dos Santos e Tereza Arboleya, conduziram a Celebração do dia da Epifania do Senhor, na Igreja Matriz São José.

A solenidade da Epifania do Senhor nos ajuda a compreender o mistério do seu Natal, como manifestação da glória de Deus sobre todos os povos e nações. Nos magos do Oriente contemplamos os primeiros pagãos que reconhecem a manifestação de Deus e vão ao seu encontro para adorá-lo. A exemplo dos magos, somos convidados a buscar em nossa vida a verdadeira estrela que brilhou para todos os povos.

 

Comunicamos que, o padre Artur Cristovão Sehn se encontra de férias neste mês de janeiro, portanto às celebrações acontecerão aos sábados, sendo os mesmos conduzidos pelos Ministros Auxiliares da Comunidade.

(PASCOM) Pastoral da Comunicação - Paróquia São José

MAIS FOTOS EM NOSSO FACEBOOK


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

MISSA DA SANTA MÃE DE DEUS, MARIA. PARÓQUIA SÃO JOSÉ


MISSA DA SANTA MÃE DE DEUS, MARIA.

PARÓQUIA SÃO JOSÉ

 

Às 20h30min da última quarta-feira, dia 31 de dezembro o padre Artur Cristovão Sehn da Paróquia São José, fez a primeira celebração do ano civil.

Durante a sua homilia o padre Artur apresentou aos paroquianos um vídeo, produzido pela (Pascom)  Pastoral da Comunicação (Portal SJ),que sintetizou algumas celebrações marcantes na Paróquia durante o ano de 2014.

Liturgicamente, essa missa é uma homenagem a Santa Maria Mãe de Deus, Mãe de Jesus Cristo. Também nesse dia comemoramos o Dia Mundial da Paz, peçamos a Deus que nos acompanhe ao longo de todo o ano e nos ajude a firmar nosso compromisso com um mundo de irmãos, livre de toda escravidão, refletindo sobre a mensagem dada pelo Santo padre – Papa Francisco, sobre o tráfico de pessoas. “Já não escravos, mas irmãos”. Todos somos chamados a ser livres, todos chamados a ser filhos; e cada um chamado, segundo as próprias responsabilidades, a lutar  contra as formas modernas de escravidão.  Nós todos, de cada nação, cultura e religião, unamos as nossas forças. Que nos guie e sustente Aquele que, para nos tornar irmãos todos, se fez nosso servo!

(PASCOM)Pastoral da Comunicação - Paróquia São José

MAIS FOTOS EM NOSSO FACEBOOK


VÍDEOS INDICADOS POR NOSSO BLOG
Início Div flutuante centro da tela.Liturgia CNBB } Div flutuante esquerda da tela.Áudio da Missa } }